Publicidade

Acesso Restrito

História de Santo André



Nas primícias do século XVI, os países que possuíam terras e que poderiam explorar as riquezas minerais, estavam à frente dos demais. Devido a diversos ataques às suas terras, a partir de 1530, Portugal aumentou consideravelmente a colonização das costas brasileiras. Com isso, foi enviado para o Brasil por ordem de D.João, rei de Portugal, Martim Afonso de Souza com a tarefa de fundar vilas para fortificar o litoral.

A figura de João Ramalho entra nessa história, pois ele conhecia algumas tribos e conseguia estabelecer contato com as mesmas, de forma a ajudar na colonização da região. No entanto, há muito tempo João Ramalho reivindicava a elevação à vila o local onde morava situado acima da Serra do Mar, mas suas petições sempre eram negadas, levando em consideração que a principal intenção de Portugal era a de povoar o litoral.

Seu pedido foi atendido somente em 1553, quando foi criada a vila pelo Governador Geral Tomé de Souza, com o nome de Santo André da Borda do Campo. Nesse momento a busca pelo ouro impulsionava as entradas para o interior e com isso veio o desenvolvimento. Certas dificuldades de subsistência e de proteção fizeram com que a vila de Santo André fosse transferida para São Paulo de Piratininga em 1560. A partir daí, Santo André deixa de existir como unidade administrativa e passa a ser apenas um bairro de São Paulo. Em 1889, ressurge o município com o nome de São Bernardo, o nome de Santo André ressurgiu apenas em 1910.

Santo André - São Paulo - Cidades Brasileiras

Participação: Nenhum Comentário

Avaliação:

  • Atualmente /5

Se você quer comentar também Clique aqui

Compartilhe ou guarde este conteúdo

Mais Matérias de São Paulo



Resolução mínima de 800x600. Copyright © 2014 Rede Omnia - Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução comercial sem autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98).

R7 Educação