Publicidade

Acesso Restrito

História de Barueri




Capela N. Sra. da Escada e vista panorâmica da cidade

Fundado pelo padre José de Anchieta em 11 de novembro de 1560, o aldeamento de Baruery se desenvolveu após a construção da capela de N. Sra. da Escada, que se tornou a padroeira da cidade.

A escolha do nome foi através da junção do termo indígena mbaruery, que significa rio encachoeirado, com a expressão de origem francesa, barriére, que quer dizer barreira, queda. Dessa forma, formou-se: barreira encachoeirada.

Em razão do grande número de hibiscos que margeavam o rio Barueri Mirim, a cidade ganhou um lema de “flor vermelha que encanta” e muitos acreditavam ser esse o seu nome.

A aldeia cresceu rapidamente, mas sofreu muito com os ataques dos bandeirantes, que capturavam os índios para escravizá-los, para levá-los em suas missões a fim de colocá-los para fazer trabalhos pesados, como escravos.

A luta do padre José de Anchieta na região proporcionou coragem aos aborígenes, criando forças de resistência contra a exploração de sua mão de obra. Com isso, o aldeamento cresceu em passo acelerado, e, em 1809, já havia recebido o título de freguesia.

Em 1875 ganhou sua primeira estação ferroviária, o que significava maior crescimento para a região, facilitando a entrada de pessoas e mercadorias, tornando a região uma rota obrigatória no trecho entre São Paulo, Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus.

Em 1948 tornou-se município de Barueri, através da lei estadual 233, aprovada pelo governador da época, Adhemar de Barros.

A cidade está localizada a 26,5km de São Paulo, possuindo hoje uma população de 274.201 habitantes, segundo pesquisas da DATASUS/2007. A economia de Barueri é tão grande que se tornou o oitavo PIB do Brasil, sendo o segundo do Estado de São Paulo.

Esse crescimento foi alavancado a partir de 1973, através do sistema político adotado pelos governantes da região, através da aprovação da lei de zoneamento industrial, abrindo espaço para a implantação de grandes indústrias na região, o que favoreceu grandes investimentos em polos empresariais.

O primeiro prefeito da cidade foi Nestor de Camargo Oliveira e dentre seus feitos se destacaram a instalação de um posto médico sanitário, a estruturação da iluminação pública nas principais ruas, bem como a expansão da rede para outros bairros.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Barueri - São Paulo - Cidades Brasileiras

Participação: Nenhum Comentário

Avaliação:

  • Atualmente /5

Se você quer comentar também Clique aqui

Compartilhe ou guarde este conteúdo

Mais Matérias de São Paulo



Resolução mínima de 800x600. Copyright © 2014 Rede Omnia - Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução comercial sem autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98).

R7 Educação