Publicidade

Acesso Restrito

Congonhas/MG




Vista panorâmica, estação de trem, ruas e romaria

Congonhas é uma cidade situada na macrorregião de Minas Gerais, estando a 89 km de Belo Horizonte e 136 quilômetros de distância de Ouro Preto, pela BR-040, sentido Belo Horizonte.

A população da cidade é de, aproximadamente, 46 mil habitantes, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) - pesquisa realizada em 2007.

A atividade econômica que move o município é a extração de minérios de ferro, como manganês, calcário, ocre, caulim, talco, dolomítico e pedra-sabão, que são utilizados pela Usina de Volta Redonda, através da Companhia Siderúrgica Nacional, e também pela Vale do Rio Doce, FERTECO.

A Açominas é a maior usina já instalada na região, sendo considerada a maior da América do Sul, e de grande importância para o município.

A escolha do seu primeiro nome, Congonhas do Campo, se deu em origem a uma planta medicinal muito encontrada na região, vinda da cultura Tupi-guarani, através da junção de dois termos: Coa (mato) e Nhonha (sumido), indicando que não existe mato naquele campo. Mais adiante, para simplificar o nome da cidade, deixaram apenas Congonhas.

Congonhas participou do programa “Monumenta”, elaborado pela UNESCO, a fim de restaurar cidades históricas, tendo boa parte de seus monumentos recuperados. Com isso, integrou o circuito turístico da região, vindo a fazer parte das principais rotas que movimentam o turismo do interior de Minas Gerais.

Muitas de suas ruas são estreitas, compostas por ladeiras, características das cidades de Minas Gerais, construídas em pedras e paralelepípedos.

A hidrografia do município é dotada de vários rios, córregos e ribeirões, que formam as principais bacias hidrográficas da região.

Os monumentos da cidade são de característica do barroco mineiro, podendo se destacar em vários deles as obras de Francisco Antônio Lisboa, o Aleijadinho; o maior acervo das obras barrocas encontra-se em Congonhas, que pode ser visitado pelos turistas que passam pela cidade.

O artesanato da cidade varia entre peças feitas em pedra sabão, como jarros, potes, vasos, panelas, além do uso das pedras preciosas em bijuterias. O bordado também é uma fonte de renda, assim como caixas, pratos de porcelana, vidros, velas decorativas e também figuras entalhadas em madeira, o que diversifica bastante suas obras artesanais.

Os monumentos a serem visitados são compostos por igrejas, museus, estação ferroviária, a prefeitura municipal, cine teatro Leon, romaria, os profetas feitos por Aleijadinho, casa paroquial, ruínas da cadeia pública dentre outros.

Para se hospedar na cidade, a mesma conta com rede de hotéis e pousadas, que podem agradar a todos com a variação de preços e acomodações.

Durante os passeios é possível apreciar a culinária mineira, pois a cidade possui grande número de restaurantes, com os mais variados cardápios do tipo churrascarias, comida caipira, pizzarias, chopperias, cafés, etc.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Congonhas - Minas Gerais - Cidades Brasileiras

Participação: Nenhum Comentário

Avaliação:

  • Atualmente /5

Se você quer comentar também Clique aqui

Compartilhe ou guarde este conteúdo

Mais Matérias de Minas Gerais



Resolução mínima de 800x600. Copyright © 2014 Rede Omnia - Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução comercial sem autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98).

R7 Educação