Publicidade

Acesso Restrito

História de Canudos



Em 1893 é fundado um arraial, denominado Canudos, numa fazenda de criação de gado nas proximidades do rio Vaza-Barris. Este arraial era comandado por Antônio Conselheiro que auxiliava as famílias no período castigante da seca e do sol, dando-lhes amparo moral e religioso, além de pregar contra o regime republicano que ofendia as leis de Deus. Era considerado o Santo Antônio Aparecido por seus adeptos.

Em 1896, quando a Igreja e os proprietários de terras se sentiam ameaçados pela grande multidão de adeptos do Conselheiro houve um grande e grave conflito, pois estes partiram para Juazeiro em busca de materiais para a construção de uma capela na região, enquanto a Igreja e os fazendeiros de Canudos espalhavam que o grupo iria saquear a cidade. Diante disso, as autoridades de Juazeiro juntamente com as autoridades da Bahia reforçaram a guarda policial e militar da cidade.

A guerra de Canudos foi um conflito entre a polícia e os adeptos de Conselheiro, que sob ataque surpresa, fizeram a polícia se retirar. Após várias derrotas, as autoridades convocaram ao presidente da república, Prudente de Morais, o exército, que no dia 05 de outubro de 1897, matou os últimos adeptos de Conselheiro. Em 1909, após o massacre histórico da região ressurge a devoção por Santo Antônio através de uma nova imagem que adquiriram. Em 1985, Canudos foi elevado a município.

Canudos - Bahia - Cidades Brasileiras

Participação: 1 Comentários

Avaliação:

  • Atualmente /5

Se você quer comentar também Clique aqui

Compartilhe ou guarde este conteúdo

Mais Matérias de Bahia



Resolução mínima de 800x600. Copyright © 2014 Rede Omnia - Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução comercial sem autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98).

R7 Educação